Ciência com Consciência

O Descobridor

Domos geodésicos foram popularizados em meados do século XX pelo arquiteto americano R. Buckminster Fuller.

Buckminster Fuller em sua oficina

Fuller tem uma história curiosa: Estudou em Harvard, mas foi expulso duas vezes(uma por gastar todo seu dinheiro com uma trupe de teatro e outra por “falta de interesse e irresponsabilidades”, segundo a universidade). 

Em 1922, com 32 anos, estava falido desempregado e viu sua filha morrer de complicações causadas por uma meningite. Pensou em suicidar-se, porém, decidiu fazer uma experiencia pessoal ao invés de tirar a própria vida. Em suas próprias palavras: “(…) um experimento, descobrir como um único indivíduo pode contribuir para mudar o mundo e beneficiar toda a humanidade.”

Nos anos seguintes começou a se recuperar  passou a trabalhar e pensar de maneira independente  e a desenvolver projetos e ideias guiados por ideais como “Procurar por princípios que governem o universo e auxiliar a evolução da humanidade de acordo com os mesmo… Encontrar meios de fazer mais com menos, para que todas as pessoas de todos os lugares possam ter mais e mais”

A partir da década de 50, Fuller ganhou renome mundial com suas construções, pela sua beleza, simplicidade e impressionante eficiência e economia.

Os Domos

Domos e cúpulas geodésicas são, de fato, uma opção inteligente para incontáveis tipos de construção.

Domo Geodésico

Domo Geodésico, Itália, 89m de diâmetro, por “Habitat Legno”

A estrutura é a forma mais eficiente (em trabalho, materiais e energia) de se cobrir um volume. Possui o maior volume interno com a menor cobertura externa possível na engenharia, por ter seu formato aproximado ao de uma esfera.

Seu tempo de montagem é mínimo, podendo ser completamente construído em algumas horas e por mão de obra não especializada, já que se trata de um sistema de encaixes.

Interior de uma casa Geodésica

Sua estrutura suporta muitas vezes o próprio peso e resiste de maneira impressionante a ventos fortes, tremores de terra e outros abalos. O motivo é que dada a estrutura geodésica, qualquer força aplicada a ela é distribuída por todas as partes do domo.

Além disso sua montagem e  manutenção podem ser feitas sem necessidade de se quebrar nenhuma parte da estrutura.

 

As aplicações

A economia, eficiência e praticidade desse tipo de estrutura permitiu sua disseminação em diversas áreas como indústrias,

Domo Geodésico, Antártida, construido em 1975, pela 2 expedição Norte-americana

laboratórios, equipamentos científicos, casas, bases marítimas antárticas e espaciais.

Um exemplo da economia do sistema foi dado pelo próprio Fuller em 1953 ao construir um domo de alumínio nas usinas Ford em 1953. O domo possui 27 metros de envergadura e pesa 7,71 toneladas construído em apenas 30 dias, enquanto seriam gastos 147 toneladas de aço para se cobrir a mesma área pelo método convencional, ou seja, uma estrutura quase 20x mais leve.

Biosphére, Montreal

O domo geodésico também foi usado em projetos científicos de ponta como o museu da biosfera em Montreal, a cúpula da universal estúdios, na florida e as estufas do projeto éden, na cornualha, Inglaterra. Além disso os principais sistemas de radar nos EUA utilizam cúpulas geodésicas em seus detectores.                                  

Salão de em Domo Geodésico

 

 

 

Casas Geodésicas

Desde a década de 60 domos geodésicos vem sendo usados para residencias super eficientes e ecológicas devido a suas qualidades e especialmente ao seu baixo custo de construção e manutenção. Nos estados unidos e Europa existem diversas empresas especializadas em construir casas e cúpulas geodésicas. A construção é rápida, de fácil transporte e possui arquitetura moderna de alto nível.

No Brasil, poucos grupos e empresas se dedicam ao assunto e em geral cúpulas geodésicas são usadas em

eventos temporários e feitas de bambu, o que reduz ainda mais o peso e os custos de instalação.

Geometria Sagrada

Foto microscópica de uma Radiolária

Curiosamente, as cúpulas geodésicas utilizam princípios primordiais da natureza, formas geométricas e proporções como o número áureo, sólidos platônicos, sequencia de fibonacci, pentágonos, hexagramas etc. A coincidência se explica justamente por seu descobridor, Fuller, ter se inspirado em princípios naturais, como a estrutura microscópica de um plâncton marinho chamado Radiolária, perfeitamente geodésico.

 

 

Indo Além

Estrutura da molécula de Fulereno

Embora as formas geodésicas possuam aplicações revolucionárias na arquitetura e nos métodos de construção, ainda há outras áreas de aplicação nos campos da ciência e tecnologia. Em 1970 uma molécula com 60 carbonos foi apelidado Fulereno, em homenagem a Buckminster, por possuir exatamente a estrutura geodésica descoberta por ele. Nanotubos de carbono também possuem exatamente o mesmo tipo de geometria.

Existem incontáveis aplicações dos princípios geométricos proposto por Buckminster Fuller no século 20 e estudados pela geometria sagrada através das eras. Que a humanidade possa usá-las para sua evolução e desenvolvimento, como queria Fuller


Projeto Éden, Cornwall, Inglaterra

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: